quarta-feira, julho 6Sejam todos bem vindos! Deixe sua opinião sobre nosso conteúdo

Afinal, pimenta faz mal à saúde ou podemos comer sem medo?

Views: 24
0 0
Read Time:2 Minute, 39 Second

Um dos temperos mais conhecidos e amados do mundo é também aquele que causa certo receio nas pessoas. Será que a pimenta faz mal à saúde ou não há maiores consequências em incluí-la na dieta?

A resposta a essa questão não é tão simples, por isso preparamos esse post para esclarecer uma dúvida de tantas pessoas. Entenda a seguir se realmente a pimenta faz mal à saúde, quais são os benefícios e riscos trazidos pelo alimento.

Será mesmo que a pimenta faz mal à saúde?

Não existe base científica que permita dizermos que a pimenta faz mal à saúde. No entanto, a exemplo de tantos outros alimentos, ela traz alguns riscos para o corpo.

Pimentas mais ardidas e fortes podem causar inflamações. De acordo com o tipo e com a quantidade ingerida, pode haver uma agressão ao aparelho digestivo. Além disso, a boca também pode sofrer consequências em seus tecidos internos.

Há outro efeito colateral negativo que a pimenta pode causar, embora isso não seja tão comum. Ao comermos algo muito apimentado, a água da parede do intestino tende a se soltar, o que torna as fezes mais líquidas.

A ideia de que pimenta causa hemorroida, apesar de bastante difundida, é incorreta. O que o alimento pode fazer é irritar a área em que já exista uma hemorroida.

Os benefícios da pimenta para o organismo

Perceba que a pimenta pode gerar pequenos problemas, mas é um exagero dizer que ela faz mal à saúde. Aliás, o alimento traz muito mais impactos positivos para nosso organismo.

Pimentas são fontes de vitaminas C e E, além de substâncias que são transformadas em vitamina A dentro do fígado.

Essas e outras propriedades da pimenta fazem com que ela tenha um efeito termogênico, de aceleração do metabolismo. Além disso, ela traz bem-estar por sua ação anti-inflamatória que alivia dores fortes causadas por algumas doenças.

Outros benefícios importantes da pimenta são o seu efeito antioxidante, o impacto favorável sobre o fluxo sanguíneo e o fortalecimento do sistema imunológico.

Evite excessos

Embora proporcione vários benefícios ao organismo, a pimenta deve ser consumida com moderação. Lembre-se que qualquer alimento, quando consumido excessivamente, pode ser prejudicial à saúde.

No caso da pimenta, a própria ardência já funciona como um sinal de alerta para prevenir os excessos, mas vale ficar de olho para não exagerar na dose! Se você passar do ponto em algum momento, a dica é tomar leite integral para diminuir a sensação ruim, pois a pimenta se dissolve na gordura.

Atenção: a moderação no consumo da pimenta deve ser ainda maior para pessoas com problemas gástricos, tais como gastrite e úlcera. Isso por conta do efeito agressivo que o alimento pode ter sobre as paredes estomacais.

Mantenha os exames em dia!

Está bem claro que a história de que pimenta faz mal à saúde não deve ser encarada como verdade absoluta. A dica de evitar excessos, que vale para qualquer tipo de alimento, é uma das formas de cuidar bem do corpo. Outro hábito saudável de grande importância é manter todos os exames em dia. Você tem feito todas as checagens necessárias? Está acompanhando direitinho?

Fonte: Ministério da Saúde

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Average Rating

5 Star
0%
4 Star
0%
3 Star
0%
2 Star
0%
1 Star
0%

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

× Como posso te ajudar?