quarta-feira, julho 6Sejam todos bem vindos! Deixe sua opinião sobre nosso conteúdo

Arquivo Público do Estado, uma viagem que oferece experiências surpreendentes

Views: 23
0 0
Read Time:2 Minute, 27 Second

Guardado na Zona sul carioca, rico acervo que conta um pouco da história fluminense está disponível para visitantes de segunda a sexta-feira.

Muito mais do que um rico acervo que conta um pouco da história fluminense, o Arquivo Público do Estado do Rio de Janeiro (Aperj) guarda e produz itens surpreendentes, disponíveis a todos os cidadãos. No prédio onde antigamente funcionava uma garagem de bondes, na Praia de Botafogo, Zona Sul carioca, documentos são analisados, cuidadosamente manuseados e conservados. Fotos, livros, objetos tridimensionais, mapas e plantas de diversos momentos da memória do estado podem ser encontrados pelos visitantes.

Basta um agendamento prévio no site do Arquivo Público (www.aperj.rj.gov.br) que a visita poderá ser agendada. A Sala de Consultas fica aberta de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, quando pesquisadores, historiadores e o público em geral podem solicitar materiais para pesquisa. Entre os fundos mais consultados estão: “Polícias Políticas do Rio de Janeiro (1927-1983)”, “Davida – Prostituição, Direitos Civis, Saúde (1992-2013)”, “Instituto Penal Cândido Mendes (1938-1994)”, “Delegacia Especial de Segurança Política e Social (1905-1944)” e “Presidência do Estado do Rio de Janeiro (1889-1930)”.

Temos investido em uma administração de integração entre as equipes. Além disso, estamos apostando e acreditando na capacidade de excelência do nosso corpo técnico e estreitado parcerias importantes com outros órgãos do Estado. As portas estão abertas. É de fundamental importância que a população saiba: o Arquivo é público, pode ser acessado e está cada vez mais vivo! – disse o diretor do Aperj, Antônio Proença.

Passo a passo

Logo no térreo fica a Divisão de Conservação, onde a magia dos cuidados acontece. Técnicas minuciosas, que se dividem em diversas etapas, são explicadas e demonstradas. No espaço, a massa documental recebe o tratamento necessário para retornar às condições de usabilidade. No andar de cima, o Serviço de Preservação Digital se responsabiliza por tornar os acervos acessíveis a meios tecnológicos.

Ainda no mesmo corredor, a Coordenadoria da Gestão de Documentos desmistifica a perspectiva de que apenas o passado habita o Arquivo. Nesta área, cumpre-se uma das missões do Aperj: a implementação da política estadual de arquivos nos órgãos da administração pública, ou seja, o setor é responsável por pensar desde a criação dos materiais de uso público até a destinação final deles. Além de todas essas atribuições, a equipe pode ser acionada por qualquer um dos órgãos para treinamentos referentes aos manuais de documentos, protocolos e redação oficial.

Após um lance a mais de escada, o visitante estará na Divisão de Processamento Técnico, onde os acervos estão organizados. Nesta área o convite é para um mergulho na história, onde estão as imagens, livros e objetos tridimensionais. E, um pouco mais à frente, o visitante encontra a Sala de Consultas.

A rotina de todos esses espaços, bem como as ações executadas, pode ser facilmente acessada pelo Instagram (@arquivopublicorj). O Arquivo Público fica na Praia de Botafogo, 480.

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Average Rating

5 Star
0%
4 Star
0%
3 Star
0%
2 Star
0%
1 Star
0%

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

× Como posso te ajudar?